Lembrança

domingo, 9 de fevereiro de 2014

Entre o céu e o prazer

Aquele teu corpo me conduzia ao pecado, aquele teu beijo me levava a cometer loucuras, o jeito que tu me acariciava o pescoço me levava a um lugar muito além do céu, mas as tuas palavras?! Ah, essas me levavam a um inferno sem volta.

terça-feira, 21 de janeiro de 2014

Eu vivo do prazer de te fazer bem, e do meu masoquismo de me querer tanto mal.

domingo, 6 de outubro de 2013

"Nós já temos encontro marcado
Eu só não sei quando
Se daqui a dois dias
Se daqui a mil anos
Com dois canos pra mim apontados
Ousaria te olhar, ousaria te ver
Num insuspeitavel bar, pra decência não nos ver
Perigoso é te amar, doloroso querer
Somos homens pra saber o que é melhor pra nós
O desejo a nos punir, só porque somos iguais
A Idade Média é aqui
Mesmo que me arranquem o sexo, minha honra, meu prazer
Te amar eu ousaria
E você, o que fará se esse orgulho nos perder?
No clarão do luar espero
Cá nos braços do mar me entrego
Quanto tempo levar, quero saber se você
É tão forte que nem lá no fundo irá desejar
No clarão do luar, espero
Cá nos braços do mar me entrego
Quanto tempo levar, quero saber se você
É tão forte que nem lá no fundo irá desejar
O que eu sinto, meu Deus, é tão forte!
Até pode matar
O teu pai já me jurou de morte
por eu te desviar
Se os boatos criarem raízes
Ousarias me olhar, ousarias me ver
Dois meninos num vagão e o mistério do prazer
Perigoso é te amar, obscuro querer
Somos grandes para entender, mas pequenos para opinar
Se eles vão nos receber é mais fácil condenar
ou noivados pra fingir
Mesmo que chegue o momento que eu não esteja mais aqui
E meus ossos virem adubo
Você pode me encontrar no avesso de uma dor
No clarão do luar espero
Cá nos braços do mar me entrego
Quanto tempo levar, quero saber se você
É tão forte que nem lá no fundo irá desejar
No clarão do luar, espero
Cá nos braços do mar me entrego
Quanto tempo levar, quero saber se você
É tão forte que nem lá no fundo irá desejar..."

quarta-feira, 10 de julho de 2013

Eu escrevo aqui pois eu sei que "ninguém" vai ler, isso talvez possa servir de memórias póstumas, mas não quero morrer tão cedo, então...

Sei la, eu me afastei de Deus, eu o conheci e me afastei, talvez namorar tenha sido uma influência negativa na minha vida, quero voltar a ser quem eu era, aquele cara espiritual e tal, mas aquele Mario ainda existe,.

segunda-feira, 10 de junho de 2013

Carta à Morena


Fortaleza, 08 de junho de 2013.


Morena,

Estou aqui pra te falar daquela tarde na praia, daqueles beijos que na minha cabeça pareciam intermináveis, daqueles abraços que me aconchegavam e me deixavam seguro, daquela conversa agradável acompanhado de um por de sol maravilhoso.

Morena, naquela praia me deu uma vontade tão grande de gritar ao mundo o quanto estou gostando de você, e o quanto estou te querendo bem.

Morena, saiba também que estou ansioso a espera de setembro, vai ser difícil esperar esse tempo, mas se for ao teu lado, eu espero o tempo que for.

sexta-feira, 4 de janeiro de 2013

Chuva

Dai o telefone não toca, e la fora o
 cheiro da chuva me convida a dançar um samba,
 um reggae ou qualquer outra música que fale sobre nós...